Bio

Julien de LuccaComo diria o diabo na música “Sympathy for the Devil”, por favor, permita-me que eu me apresente: meu nome é Julien De Lucca. Escritor, gamer, geek, pessoa com um parafuso a menos.

Sempre gostei de escrever, desde bem moleque. Meu primeiro “livro” tinha quatro páginas e os personagens eram baseados em amigos da classe. Eu estava na oitava série. Naquela época pelo menos, chamava-se oitava série. Daí o segundo veio no colegial, este com 20 páginas. O terceiro, também no colegial, foi o primeiro livro que vendi. Com 40 páginas, eu cobrei R$10,00 por cada cópia do romance medieval com personagens da escola e vendi mais de trinta cópias! Achei muito bacana ver e ouvir pessoas discutindo aquela história sem pé nem cabeça que escrevi como se estivessem conversando sobre um filme que assistiram. Assim resolvi escrever um livro de verdade. Sabe? Aqueles com centenas de páginas e sem nenhuma figura. Mas como começar? Escrever sobre o quê?

Pode parecer bem esquisito mas eu sonhei com ela. Sim, ela mesma, dona Morte. Ela conversava comigo calmamente, discutindo sei lá o quê (afinal foi um sonho e faz muito tempo) e no final deste episódio ela me disse “não sabe sobre o que escrever? Escreva sobre mim!” e eu respondi “Sobre você? Mas eu nem sei seu nome!” e ela sorriu e disse “Meu nome é Ahmnat.” Assim nasceu minha primeira e querida personagem. Mas eu demorei bastante para apresentá-la ao público. Nove anos para ser exato. Fui escrevendo de pouquinho, me sentindo cada vez mais confortável em transformar uma idéia gigante em texto e passar cada detalhe, cada emoção, cada pedacinho dela para um bloco imenso de palavras. Um dia, ele ficou pronto. E a sensação foi fantástica. Vê-lo encapado, em formato de livro mesmo, lindo, pronto. Amei aquela sensação e já comecei a pensar no segundo. Escrevi “A Mãe de Todos os Pecados” em quatro meses. E a partir de então percebi que eu nunca mais vou parar. Contar histórias é algo que está dentro de mim, uma paixão inerente que eu preciso por para fora.

Juntamente com essa enorme paixão, está minha adoração por filmes, seriados, teatro e até mesmo jogos eletrônicos. Adoro videogame, principalmente aqueles jogos longos e imersivos que contam histórias fantásticas. Ou jogos de estratégia, bem complexos, que te fazem pensar muito. Tenho até um canal no YouTube onde faço o papel de comentarista de diversos jogos, especialmente aqueles do universo Blizzard (clique aqui para conhecer o canal). Sejam filmes, ou séries ou jogos, gosto de viajar nos universos paralelos criados pelas mentes super criativas e as personalidades criadas por outros autores.

Neste site, está um pouquinho de mim mesmo.
Enjoy!
Julien De Lucca